O que fazer quando o “adversário” é um amigo próximo?

Com certeza não é preciso procurar muito para encontrar alguém que tenha passado por situação de traição entre amigos. Casais com amigos próximos correm este risco.

Recordo-me de um cliente muito trabalhador casado, tinha duas filhas e em um determinado momento da vida onde, um sócio que estava todo dia ao seu lado em função do trabalho começou a se aproximar da esposa dele, com a permissão dela, evidente, e passaram a ficar de conversa pelos cantos.

O marido em nada desconfiava, visto a confiança que havia entre os sócios. A esposa, querendo sair da rotina e mudar um pouco os ares, foi permitindo a aproximação do sócio e passaram a ser amantes.

sócio e mulher

Por um longo tempo as coisas aconteciam debaixo dos olhos do meu cliente, sem que o mesmo sequer percebesse o que estaria rolando. Chegou ao ponto da esposa dizer ao marido que estaria saindo de casa para viver uma nova vida ao lado do sócio.

De imediato o marido não acreditou e não aceitou os fatos, mas por ser ele uma pessoa sensata e tranquila foi forçado a ter que assimilar a nova e dura realidade.

Foram tempos difíceis, vendo-se sem a esposa com as filhas adolescentes, ter que assumir novos desafios tudo de uma vez, inclusive a sociedade nos negócios foi desfeita, de uma só vez um turbilhão de acontecimentos e teve que passar a administrar tudo, encarando novos caminhos. Com o tempo tudo tomou seu lugar, hoje vive feliz com uma nova esposa, com a consciência tranquila de quem nada de errado cometera.

adversário no casamento

A vida por vezes nos prega estas peças e quantos pelo país passam por situações semelhantes, tendo que recomeçar suas vidas depois de uma traição, ainda pior quando acontece envolvendo uma pessoa próxima.

Nestes casos é preciso ter muito equilíbrio, não é difícil vermos pessoas cometendo crimes passionais por não suportarem serem traídos, mas certamente não vale a pena, veja o caso que citei, podia meu cliente ter cometido crimes, poderia se vingar da esposa ou do amante ou de ambos, mas o que ganharia ele com isso? Ser chamado de criminoso, ser condenado pela sociedade, ser condenado pelas filhas e ter que carregar pelo resto da vida a marca de assassino…

Pelo contrário, meu cliente foi sábio. Soube suportar num primeiro momento toda aquela dor sem que tivesse qualquer reação impensada e a vida soube lhe agraciar com uma nova esposa, passou a ver as pessoas com olhar mais cauteloso, passou a saber em quem confiar, enfim, resumidamente hoje é um homem realizado, feliz e por não ter cometido nenhuma loucura no passado é um homem honrado e bem visto.

Desta forma, com este exemplo é o que pretendo deixar de mensagem a você que está apreciando estas palavras. Se um dia você passar por algo semelhante, mantenha a calma, a serenidade, confie em Deus e certamente uma vida melhor estará se apresentando a sua frente, creia, fique firme e tudo vai ficar bem.

Veja também o artigo:

Décadas de união bem fortalecidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *