Quando o homem da casa é a mulher.

Um pouco estranho o título desse artigo, mas é sobre isso mesmo que vou tratar. Quando uma mulher é deixada ou o marido falece, certamente já ouvimos relatos louváveis de que a mesma precisa ser o homem da casa, provendo o sustento, a educação dos filhos e conduzindo tudo com mão de ferro. Nestes casos sabemos o quanto a luta desta mulher é importante para sua família.

No entanto, em outros casos não vejo com bons olhos. Não quero bancar o machista neste artigo, mas apenas fazer um comentário pertinente. O mundo vem evoluindo constantemente, isso é verdade, porém entendo que cada um tem o seu papel na família.

A mulher é a companheira, é a coluna que sustenta o marido, é a fiel que está do lado do provedor e deve sempre apoiá-lo. É a que faz sua parte, tem suma importância na vida de todos os integrantes e é indispensável na condução correta dos integrantes da família.

No entanto, tenho visto casais, seja no namoro, seja com família formada onde o marido ou o namorado não tem o poder de qualquer decisão. Sofre uma espécie de abafamento, de submissão diante da esposa ou namorada. Certamente este é ou será um frustrado, pois segue uma linha contrária ao natural da espécie humana.

mulher que manda na casa

Desde o princípio Deus criou o homem e do homem fez a mulher, considerando que não era bom que o homem vivesse sozinho. Foi aí que fez a companheira com a função nobre de auxiliar o homem e andar a seu lado.

Por isso não vejo razão plausível, quando se percebe que uma mulher assume este papel e submete o homem a humilhação. Veja bem, não estou aqui querendo ser machista e rebaixar as mulheres, pelo contrário acho que elas tem um papel importantíssimo na sociedade, mas sim quero deixar meu ponto de vista em relação ao papel do homem no casamento.

Um casal que souber dosar seus papéis, principalmente, quero me referir àqueles momentos em que tenho observado em alguns casais a submissão do marido ou do namorado, onde o mesmo não possui voz, é impedido de externar sua opinião em relação a assuntos que lhe dizem respeito e que é natural que o mesmo tenha voz ativa e tome a dianteira com autoridade que lhe foi dada.

Com certeza um homem nestas condições se sente frustrado, humilhado e submisso a algo que não devia ser desta forma. Deus deu autoridade ao homem e este é que deve ser a coluna de um relacionamento.

homem frustrado

Desculpem as mulheres, não me odeiem, apenas quis aqui expressar minha posição em relação aos casais. As traições ocorrem também em locais onde o respeito foi deixado de lado, onde os papéis se inverteram e não ouviram uma palavra de conserto.

Tanto para leitores masculinos ou femininos falo com autoridade. Tenham respeito um ao outro e saibam se portar e exigir do parceiro o seu espaço, a sua fatia na relação, seja para o homem ou seja para a mulher.

Próximo artigo:

http://descobriratraicao.com.br/o-adulterio-influi-na-vida-dos-filhos-de-um-casal

Sobre Orlei Carraro

Olá! Sou o Detetive Particular Orlei Carraro, resido na linda serra gaúcha na cidade de Bento Gonçalves, berço da fabricação de Móveis e terra dos melhores vinhos produzidos no país. Com atuação na área de Investigação desde o ano de 1999, sou conhecedor das técnicas utilizadas pelos Detetives Particulares, instrutor de novos Detetives, compartilhando conhecimentos.

Criamos este Blog com o intuito de levar a todas aquelas pessoas que tem a necessidade de fazer uma investigação particular, mas que as condições financeiras sempre as impediram e mais, para aquelas pessoas que encontravam dificuldades em relação ao tamanho de sua cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *